quarta-feira, 19 de maio de 2010

A escola da patinação

Atletas treinando figuras na Copa Wirbel em 2009.




por Débora Fogliatto


Na patinação artística, não existe apenas uma modalidade, como muitos acreditam. Existem quatro: livre, solo dance, free dance e figuras obrigatórias. Dessas, a última é a mais subestimada. Figuras obrigatórias consiste, para os leigos, em se equilibrar em uma linha circular com apenas um pé. Ao se completar um círculo, deve-se empurrar com o outro pé, para um círculo posto ao lado. Essas figuras podem ser tanto internas quanto externas em relação ao eixo do pé, e podem ser feitas de frente ou de costas. Conforme o atleta vai avançando de nível, começam a aparecer viradas e variações maiores.

Mas onde eu quero chegar não consiste na explicação técnica de figuras, e sim na explicação que nos motiva a treiná-las. Essa modalidade é a base da patinação artística, por isso também é conhecida como "escola". Ao praticá-la, o atleta aprende equilíbrio, concentração, eixo, postura, posição de corpo, força nas pernas, entre outros benefícios. Por não fazer parte de uma coreografia feita com uma música de fundo, é muitas vezes considerada "inútil" por diversos técnicos e atletas mal-informados. Infelizmente, não há muitos praticantes no Rio Grande do Sul, o que gera uma falta de valorização ainda maior. No entanto, se esse quadro mudar, talvez seja mais fácil para todos os patinadores perceberem o avanço que a escola significa.

Quando se treina, é fácil perceber as melhorias geradas nas outras modalidades, principalmente nos currupios e nas viradas em coreografias. Se um atleta treina uma figura no qual ele realiza uma virada igual a de um travel, quando precisar fazê-lo será muito mais fácil. Se o atleta faz uma figura no eixo externo de frente, será muito mais simples para ele entender quando precisar fazer o currupio nesse mesmo eixo. Ou seja, uma das lições mais importantes para se ensinar a seus alunos é a relevância de escola. Pode parecer chato para as crianças no início, mas com o tempo as melhoras aparecerão, assim como o interesse pelo que está sendo feito.

No Wirbel, toda a equipe de competição treina figuras obrigatórias, e a modalidade é considerada tão importante quanto livre e solo dance.

Um comentário:

Nando disse...

Eu adoro figurassssssss!!!